Participação Política

Resumo

O objetivo da área é promover o encontro entre pesquisadores que se dedicam a investigar as diferentes formas de participação social nas democracias contemporâneas e os impactos que produzem no fortalecimento da sociedade civil e das instituições democráticas. Dada sua forte vocação interdisciplinar, a Área de Participação Política estimula a diversidade teórica e metodológica, abarcando a análise de experiências nacionais, internacionais e/ou comparativas. Nessa nova edição, aos temas tradicionais que compõem nossa agenda de discussão, estimulamos a apresentação de trabalhos que busquem discutir as formas pelas quais a crise da democracia, aqui e alhures, tem impactado a prática e o estudo da participação.

Justificativa

O tema em questão se justifica pela centralidade que as práticas participativas vêm assumindo nos contextos nacional e internacional marcados, paradoxalmente, pela expansão da democracia formal e por diversas manifestações que evidenciam sua crise. No plano doméstico, às experiências institucionalizadas de participação social nos diferentes níveis da federação, somam-se às ondas de protestos e outras formas de manifestações que ocorrem tanto presencial quanto virtualmente, estimuladas pelas novas tecnologias de comunicação. A AT de Participação Política, desde de sua criação em 2012, vem tornando-se um espaço privilegiado de debate e interlocução entre estudiosas do tema que buscam explicar esta nova conjuntura por meio da análise das motivações, modos de atuação, conexões e finalidades que esta pluralidade de práticas assume nas sociedades contemporâneas.