mesa redonda
-
10

República, Constituição e História

O tema da República ocupa hoje um lugar central no âmbito da teoria política. Sua incorporação à agenda das discussões que tem pautado a reflexão teórica sobre a política é recente e se deu em estreito diálogo com a história. Como observou J. G. A. Pocock, um dos protagonistas da retomada do republicanismo, a reflexão sobre a república é marcada pela ideia da temporalidade das formas políticas. Com efeito, foi principalmente a partir do resgate da tradição republicana moldada na antiguidade e reelaborada no Renascimento que o conceito de república reconquistou um lugar no debate intelectual e na arena pública. Um dos aspectos importantes da "redescoberta" das questões vinculadas à tradição republicana foi a possibilidade de reorientar a abordagem sobre as premissas que estão na base dos mecanismos institucionais que governam as sociedades contemporâneas. Em particular, o diálogo com essa tradição criou condições propícias para questionar, tanto de um ponto de vista histórico quanto normativo, a perspectiva formalista e instrumental que tem prevalecido na consideração desses arranjos institucionais. Nesse cenário, ganha força o contraponto entre os valores e as finalidades que orientaram o pensamento constitucional republicano - como, por exemplo, a ênfase nas ideias liberdade, bem comum e virtude cívica - e os princípios sobre que se baseia o constitucionalismo moderno, consolidado após as revoluções dos séculos XVIII e XIX. A proposta dessa mesa-redonda é propiciar um espaço de discussão em que esses três temas - república, constituição, história - possam ser pensados conjuntamente.     

quarta-feira, 6 de Agosto de 2014 - 08:30

Coordenadores

Ricardo Silva

Debatedores

Ricardo Silva

Expositores

Bernardo Ferreira (UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro)
Cicero Araujo (USP - Universidade de São Paulo)
Marcelo Jasmin