mesa redonda
-
04

Desenvolvimento e Política Externa: os casos do Brasil e da Argentina

A proposta para a mesa redonda é discutir as diversas conexões entre política externa e desenvolvimento. Em grande parte da história brasileira e latino-americana do século XX e contemporânea, o desenvolvimento foi apresentado como um dos principais objetivos da política externa, mas nem sempre foi possível conciliar esse objetivo com outros interesses e dimensões (segurança, relações políticas privilegiadas, relações comerciais, etc.) das políticas externas. Pensando nos casos do Brasil e da Argentina, algumas questões interessantes para o debate proposto podem ser: 1) Como a política externa tem contribuído ou não para consolidar uma estratégia de desenvolvimento, incluindo as questões comerciais, os investimentos e a participação em foros econômicos multilaterais (FMI, OMC, BM, G20 financeiro) no atual cenário econômico global; 2) em que medida as estratégias de aliança com as potencias emergentes (como IBAS e BRICS para o caso do Brasil) tem ampliado as margens de manobra para uma nova inserção nos foros de governança global e estreitado novas parcerias econômicas; 3) em que medida as políticas externas priorizaram ou não os mecanismos de integração regional para consolidar suas próprias estratégias de desenvolvimento.

terça-feira, 5 de Agosto de 2014 - 08:30

Coordenadores

Mónica Salomón (UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina)

Debatedores

Javier Vadell (PUC-MG - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais)

Expositores

Alejandro Simonoff (Universidad Nacional de la Plata)
Amâncio Jorge de Oliveira (USP - Universidade de São Paulo)