Nota da Diretoria - Em defesa do CNPq e da FINEP

Vemos com profunda preocupação as recentes investidas contra a área de Ciência e Tecnologia no país. Como é de conhecimento público, o funcionamento do CNPq e da FINEP estão seriamente ameaçados. Está em risco não apenas a continuidade de bolsas e do financiamento da pesquisa, mas as próprias bases desse sistema.

É certo que, ao menos em parte, como têm dito publicamente integrantes do atual governo, da oposição e parlamentares de diferentes partidos, essa história nos leva a 2016 e à aprovação da Emenda Constitucional 95. Há, no entanto, escolhas políticas sendo feitas e é preciso que as autoridades assumam sua responsabilidade diante desse flagrante processo de desinstitucionalização da pesquisa e do ensino superior público e gratuito no Brasil.

Ademais, é notório que os critérios divulgados pela imprensa para distribuição de recursos e de bolsas por área de conhecimento representam claro viés ideológico que atenta contra as humanidades, rebaixadas à condição de ciência de segunda classe. Em um misto de ignorância e má fé, as medidas anunciadas não respeitam a diversidade, especificidade e relevância das diferentes áreas de conhecimento para o desenvolvimento nacional.   

Diante desse cenário, conclamamos nossos associados a manterem-se em estado de mobilização em defesa da Universidade Pública, da Ciência e da Tecnologia.

Diretoria da ABCP