Nota de pesar - Wanderley Guilherme dos Santos

A ABCP, sua diretoria e o conjunto de seus associados expressam seus mais profundos sentimentos pelo falecimento do Professor Wanderley Guilherme dos Santos. Wanderley foi um dos principais responsáveis pela introdução da pós-graduação em Ciência Política no Brasil e é considerado por muitos o maior cientista político do país.

Wanderley graduou-se em filosofia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1958, tendo concluído seu Doutorado em Ciência Política na Stanford University em 1979, com a tese Impass and Crisis in Brazilian Politics. Fez seu Pós-Doutorado em Teoria Antropológica na, UFRJ, em 1986. Era professor de teoria política da UFRJ e pesquisador sênior do Instituto de Estudos Sociais e Políticos, IESP-UERJ.

Autor de vasta bibliografia se notabilizou, em 1962, ao prever e explicar o golpe de 1964 no artigo “Quem Dará o Golpe no Brasil?”. Entre seus livros está o clássico O cálculo do conflito: estabilidade e crise na política brasileira, contemplado com prêmio de melhor ensaio da Academia Brasileira de Letras.

Devidamente homenageado em vida, Wanderley recebeu, entre outros, o Prêmio Vitor Nunes Leal para melhor livro no ano 2006 em Ciência Política para o livro Horizonte do Desejo: instabilidade, fracasso coletivo e inércia social, outorgado pela ABCP. Wanderley também foi contemplado com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico em 2004.

Wanderley, enquanto professor do IUPERJ e do IESP-UERJ formou valiosos quadros de cientistas políticos que se destacaram dentro e fora da academia, como Angela Casto Gomes, Renato Lessa, Luiz Eduardo Soares, Lucia Hypolito, Edson Nunes, Gilberto Hochman, Paulo Tafner, entre outros.

Pessoa excepcional, Wanderley sempre esteve à frente de seu tempo. A última disciplina ministrada por Wanderley no IESP, que tinha como título "Introdução ao Século XXI", demonstra isso. Engajado, não se furtava ao debate e à reflexão sobre a conjuntura, como as publicadas em seu blog Segunda Opinião. 

Manifestamos nossa solidariedade à família neste momento difícil, em especial a nosso colega Fabiano Santos.